“Enfim, estou feliz. É isso, estou de alma lavada. Me sinto mais leve e de cabeça erguida com um belo e sincero sorriso no rosto. Sinceramente, achei que isso nunca aconteceria, por tempos pensei que a tristeza não iria me abandonar, mas ela foi embora, e foi embora também aquela solidão dolorosa e as noites de insônia, e depois que ela partiu, aqui está a felicidade, que chegou e fez sua morada. Não tenho palavras para definir como me sinto tão bem. Enfim, respiro aliviada por saber que não fico mais o dia todo chorando sem motivos. E vivo, respiro, sou mais feliz que nunca, pois me sinto liberta, de peito aberto e escancarado a murros, pontapés e facadas que virão por aí, porque sim, sempre virão. Mas não me desanimo, não mais: afinal, de que vale viver sem se arriscar um tantinho? De que vale sorrir e sorrir todos os dias e não ser feliz e feliz também? Estou cobrando a juros toda a felicidade que um dia fugiu daqui de dentro de mim. Estou me sentindo bem, de corpo e alma e todo o resto. Estou viva, mais do que nunca estive, e assim pretendo continuar. E o passado, como fica? Bem, fica lá atrás, porque você sabe: cansa chorar sempre sem nunca sorrir e hoje estou cara a cara com a felicidade, batendo à porta dos melhores sentimentos e eu estou fazendo o possível para que possam mais uma vez tomar conta de mim. Não quero me arriscar a perder tudo o que eu sinto agora. É tão reconfortante poder deitar a cabeça no travesseiro e saber que as lágrimas não o mancharam como acontecia outras vez. É um alívio não sentir aquele aperto esmagador no peito, e agora com toda a serenidade do mundo, eu posso simplesmente fechar os olhos e dormir em paz. Eu nunca fui de arriscar muito nos meus atos e decisões, mas agora eu sinto que posso fazer todas essas coisas, porque agora eu finalmente sou eu mesma. Digo isso porque agora sei quem sou, sei o que eu quero e acima de tudo, descobri que nenhuma dor é eterna. Por mais que eu tenha detestado cada segundo de todo esse sofrimento que eu passei sei que não foi em vão, teve um motivo, assim como me disseram que teria e eu não acreditei de primeira, esse sofrimento todo me fez crescer, me fez mais forte e segura com tudo. Hoje sei que posso tomar decisões importantes porque sou capaz disso, tenho confiança em mim mesma, e se eu errar? Paciência, ninguém aprende a andar sem engatinhar. É assim que passo a levar a vida, não deixando-a me levar como era antigamente, hoje eu tenho total controle sobre ela e sobre o que vai acontecer, mesmo não sabendo o que vai acontecer, é estranho e confuso de entender, mas é assim que a vida é, confusa, turbulenta, meio indecisa e muitas vezes tristes. Mas ela também consegue ser maravilhosamente bela e simpática se você souber como enxergá-la assim como eu.”

  1. so-sorrisos reblogou esta postagem de e-svaziada
  2. espelho-teu reblogou esta postagem de e-svaziada
  3. laahmendonca reblogou esta postagem de e-svaziada
  4. feli-citar reblogou esta postagem de sonhavas
  5. sonhavas reblogou esta postagem de e-svaziada
  6. desabrochadas reblogou esta postagem de ensandecida
  7. ensandecida reblogou esta postagem de e-svaziada
  8. 2de-setembro reblogou esta postagem de confiwent
  9. confiwent reblogou esta postagem de b-reakless
  10. b-reakless reblogou esta postagem de e-svaziada
  11. e-svaziada publicou esta postagem